The Shattering World

S12 -

    Todos estão exaustos após a batalha e a população esta chocada com a execução de Berac-M no meio de todos. Os humores variam entre euforia pela vitória dos heróis de Estergras em mais um confronto, tristeza e abatimento pela morte de Heitor, desconfiança pelo ataque ao Berac-M. Sigrid reúne o restante das tropas que treinou e começa organizar grupos de tarefas para começar reestruturar a cidade e a ordem das coisas. Eles recolhem restos de armaduras e armas dos minotauros (recompor o armamento da cidade), reúnem os corpos e tacam fogo (Sigrid joga um bless garantindo que esses minotauros não poderão retornar como undeads). Evra desapareceu após o combate.
    No meio dessas atividades surge Morgan, inflamando a população e pedindo a prisão imediata de Siv pelo assassinato de um cidadão (Berac-M). As pessoas vão cercando Siv, até que um pula sobre ela e a imobiliza. Ela se defende mas outros começam atacar também criando um grande tumulto. Sigrid tenta interferir mas Morgan esta irredutivel. Berac-V se aproxima  e o deixa desacordado por alguns momentos. Sigrid consegue agarrar Siv e começa tirá-la do meio da população. Hidron chega, e usando o dom da palavra dado por Keosenco (esqueci o nome da magia) fala para a população conseguindo acalmar os ânimos. Conduzimos Siv até o templo para falar com a Lara e tentar uma solução para o caso. Além de Heitor e Evra, o conselho da cidade contava com uma senhora mais velha, mas ela não parece ter muita habilidade em conduzir esse tipo de disputa política. Lara sugere que Siv deveria ficar presa aquela noite como forma de acalmar os ânimos. Morgan entra intempestivamente no templo para realizar a prisão. Hidron argumenta que o grupo ficará junto de Siv durante a noite na casa dos Campeões de Estergras esperando o julgamento, mas ele está irredutível e quer levá-la para o calabouço da cidade. Sigrid diz que ficará junto com os homens da guarda acompanhando Siv para garantir que nenhum mal seja feito (para nenhum dos lados) e seguimos para a prisão. Sigrid percebe que as intenções de Morgan estão relacionadas a uma disputa de poder local. Ele era um minerador antigo da cidade e após a reestruturação não concordava com a liderança de Heitor. Estava se aproveitando de toda essa situação para assumir a liderança da cidade. Jason e Sigrid organizam um plano reserva: caso o julgamento indique a execução da Siv, Jason entregará o anel de invisibilidade para ela e fugiremos dali.
    (Hidron e Berac-V saem para conversar) 
    Hidron ainda esta abalado com a morte de Berac-M e sua participação em tudo isso, ele sente que precisa meditar para receber orientações de Keosenco. Ele procura Lara, mas ela esta muito ocupada recuperando os feridos da batalha. Ela conta que quando precisa acalmar a mente ela vai a um ponto do rio específico. Hidron segue o caminho apontado por ela e chega a uma delta do rio. Ele entra nas águas e começa meditar/rezar. De repente ele começa a ter visões como se estivesse numa imensidão de águas negras, que na verdade são tentáculos. Essa imensidão traz a sensação de um uma vazio completo da alma (sensação ABISSAL) e ele percebe esses tentáculos se movimentando e organizando ao redor de um labirinto. Ele consegue entender que os minotauros são peças que atuam para esse mal maior, que utiliza esses buracos na terra como formas de acessar e corromper o mundo. Quando o clérigo sai do transe ele entende qual o nosso papel nessa situação. Também sente uma grande preocupação com Siv. Quando ele chega perto da cidade vê que todas estão se reunindo.
    Jason prepara o funeral de Heitor com todas as honras e homenagens que um grande líder merece receber. Toda a cidade esta ali reunida. Ao final do ritual, Evra surge, ainda com as roupas da batalha e punhos sujos de sangue, se aproxima do corpo de Heitor e sussurra algo em seu ouvido como despedida.
    Hidron vai conversar com Siv, que explica melhor sua história. Fala que seu pai já tinha praticamente unificado os povos bárbaros e que de alguma forma tudo se reverteu do dia para noite. Contou também dos pesadelos que tem com um labirinto dos minotauros desde que atingiu uma das pedras negras com sua espada em combate. O clérigo conta para ele que viu essa imagem e que não se trata de pesadelos mas sim de um chamado para enfrentar esse mal maior que esta se aproximando. Pede também que Siv tenha mais paciência com Evra, que parece ter um papel importante no que esta acontecendo (a habilidade de manipular as pedras negras e o caso do irmão dela ser o centatotauro).
    Hidron, Berac-V e Jason vão conversar com Evra, que passou a manhã meditando nas pedras que cercam a cidade. Ela conta sua história para eles. Diz que seu irmão, Levi, era um dos líderes da cidade quando os ataques coordenados dos minotauros começaram a se intensificar e a cidade estava cada vez mais vulnerável. Nessa época um mercador mais velho, que nunca tinha aparecido ali antes, começou a frequentar Estergras com frequência. De fato ele se apaixonou por uma mulher da cidade e conseguiu permissão para casar com ela, passando a conviver com Levi e Evra (ele morava numa região isolada com sua mulher). Nesse convívio se soube que o velho, Demetrius, domina conhecimentos ocultos de seu povo de origem. Conversando com os irmãos, ele explicou os conceitos de The Will e The Way ( vontade x caminho), que existe uma forma de canalizar uma vontade em forma de energia, mas para isso é necessário que essa vontade siga o caminho adequado. O aprendizado dessa disciplina exige uma solidez e equilíbrio da pessoa, para que não perca o controle e consiga “domar” essa vontade para que siga o caminho correto. Demetrius reconheceu que Evra poderia ser iniciada nesses conhecimentos ocultos, e a encaminhou para um monastério no qual seria treinada não somente nas artes marciais mas também na arte de controlar a Vontade pelo Caminho. (Evra é psionic level 1).
    Levi entretanto achou que essa solução seria muito demorada e acabaria não resolvendo a questão da segurança da cidade e, após muitas pesquisas, descobriu que haveria um procedimento que permitiria aflorar esses poderes ocultos de maneira mais rápida. Demetrius se recusava realizar a tal cirurgia psiônica, mas após muita insistência ele acabou cedendo. Na primeira tentativa Levi ficou muito abatido e não obteve o efeito esperado. A segunda tentava seria tudo ou nada, e de fato eles conseguem aflorar os poderes em Levi. Deslumbrado com suas novas habilidades ele resolve reunir um grupo de soldados e marchar em direção a cidade dos minotauros. Depois disso ele nunca mais foi visto.
    Evra que teve o pressentimento do ataque iminente a cidade e começou a convencer as pessoas a fugirem. Ela foi acompanhando um grupo pelas florestas e soube que outro foi surpreendido pelos minotauros e parecia ter se escondido nas minas. Alguns meses depois ela retornou para Estergras buscando informações de seu irmão e para ter notícias do pessoal que tinha fugido. Ela desceu pela mina abandonada e de fato encontrou o povo preso ali em condições precárias de sobrevivência (praticamente sem água e sem comida). Ela conseguiu tirar eles de lá usando um túnel abandonado e lacrado da mina, que segundo os mineradores era assombrado (várias pessoas desapareceram lá). Foi nesse momento que tiveram o contato com a sacerdotisa drow pela primeira vez, que conseguiu fugir nos últimos instantes. 
    Berac-V conta que acredita que deveriam retornar ao barco que estava no buraco da mina para buscar respostas. Ele afirma que encontrou um dos sobreviventes da queda do barco e que ali existia uma criatura que emanava o mal. Talvez a chegada dessa criatura tenha influenciado Levi de alguma forma e se conseguíssemos encontrar esse sobrevivente talvez ele tivesse respostas quanto ao que aconteceu.
    Evra afirma que está decidida a sair em busca de seu irmão e abdicará de seu posto no conselho da cidade, mesmo sabendo que nesse momento a cidade precisa reestruturar sua liderança, e sugere que um dos campeões de Estergras permaneça como parte do conselho.
    É realizado o julgamento de Siv. É apresentado um resumo da situação, mostrando que a questão do ataque dos minotauros é só uma ponta do problema e que existem outras criatura que ameaçam da mesma forma, ou até mais, a segurança de todos. Todos são lembrados que ela estava agindo em defesa da cidade atacando uma criatura que podia se disfarçar de qualquer pessoa, tanto que Berac-V ainda estava ali. Morgan percebe que de alguma forma não está sendo dita toda a verdade e que Hidron e Berac-V tem algum tipo de combinação, mas ainda assim a população decide que Siv receberá a pena mínima para um caso de assassinato, que no caso é permanecer na cidade ajudando reestruturar o trabalho das minas, recuperar fortificações e outras coisas que exigem a habilidade dela.
             Com a questão do julgamento resolvida começamos os preparativos para ir atrás dos minotauros. Sigrid conversa com as tropas que treinou. Afirma que num momento desse seria melhor que o ocupante do conselho fosse alguém de Estergras (considerando a constante interferência de Morgan). Ela diz que confia plenamente no treinamento que deu para aquela tropa e pede que alguém se voluntarie. Eis que surge Dardell (folk hero yeah!!!), que apesar do receio de não estar preparado para a missão assume o comando das tropas e o lugar no conselho. Berac-V ainda conversa com um lanceiro também, deixando-o a postos para observar e informar sobre os movimentos de Morgan.
    Jason passa o anel de invisibilidade para Siv e dá instruções de como nos achar.
    Enquanto discutem sobre o que fazer em relação aos portais do underdark que estão se abrindo, Sigrid conta a visão que teve quando desfez o ritual que estava no barco. (colocar os detalhes aqui. 2 barcos lutando, orcs com aparência diferente usando armas de metal que nunca foram vistas antes naquele mundo – leia-se pistolas – um líder dos barcos é auxiliado por um sacerdote que comanda o navio com a mente. Ao longe o outro navio se aproxima e é o mind flyer, detona tudo, segue o baile)
    Saimos de Estergras rumo ao local em que encontramos Heitor inicialmente. O frio na região aumenta cada vez mais. No 3º dia encontramos os primeiros rastros de minotauro mas Jason identifica que são antigas. Seguimos naquela trilha mas pelo alto das pedras, local que permite uma visão mais clara do local, evitando ataques surpresa. De longe percebemos um elemental da terra se formando. Ele esta distante e em alguns momento fica mais agitado. Continuamos observando de longe. Depois que ele some descemos cuidadosamente ao local em que ele estava. Encontramos 6 minotauros, 4 hust mosnters e 2 humanos mortos. Não conseguimos identificar rastros do elemental, que com sua própria movimentação foi apagando sinais que indicassem para onde foi. Observando o local vemos algumas estacas meio destruídas, como se fosse uma marcação do local, e mais a frente uma fenda nas rochas. Parece que o elemental tentou escavar ou arranhar o local, como se quisesse abrir aquele espaço. 
    Jason começa buscar rastros e Sigrid, ao se aproximar da fenda, sente uma presença muito maligna. Jason vê um homem agachado atrás de uma pedra. Ele parece velho e bem debilitado, ele está magro e tem os olhos vendados. Perguntamos para Evra se este seria seu irmão mas ela diz que não. Jason começa conversar com ele, pergunta se ele quer ajuda, se ele quer sair. O velho se recusa e apenas diz que tem fome. Jason entrega uma porção de comida. O velho comenta que aquele local é uma espécie de posto de observação dos minotauros, que fazem rondas ali. Assim que termina sua refeição o velho agradece e começa seguir pelo túnel, encerrando a conversa. Sigrid continua sentindo uma presença maligna no local, mas não emana diretamente do velho. O grupo segue atrás dele, mesmo o túnel ficando cada vez mais escuro. Hidron acende luzes e seguimos. Chegando ao fundo vemos vários vultos parecidos com o velho da entrada da caverna. Eles estão ajoelhados ao redor de um pequena lâmina de água, parecem procurando por comida no chão. Todos tem os olhos fechados. Ainda tentando entender o que vemos, escutamos a voz do velho conversando com alguém falando que trouxera o grupo como prometido.
    Olhando para as águas novamente vemos o reflexo de uma mulher com a pele escamosa e cabelos de serpente. Dentro da água está mais uma das pedras negras.
    Já em sua primeira ação a Medusa petrifica Hidron. Berac-V leva uma ataque de um dos cegos.
    As luzes feitas pelo clérigo vão se apagando e logo estamos todos no escuro…

Comments

LucasTheSword manuskela

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.